O Turismo

O POTENCIAL TURÍSTICO DA REGIÃO DO VALE DO RIBEIRA

O Município de Cajati está localizado, a 230 km de São Paulo e 180 km de Curitiba, na região do Vale do Ribeira que concentra a maior extensão contínua de Mata Atlântica do Brasil. Mais precisamente Cajati encontra-se na região do Médio Ribeira que se caracteriza pela paisagem florestada e com muitos rios que vem afluir no Ribeira de Iguape. No território do município encontram-se o Parque Estadual do Rio Turvo (PERT), a Reserva de Desenvolvimento Sustentável (RDS) Lavras, Área de Proteção Ambiental (APA) Cajati e um pedaço do PE Caverna do Diabo. 


Neste território encontram-se inúmeros atrativos naturais como cachoeiras, corredeiras, cavernas, mirantes e trilhas das quais algumas recebem visitação e outras necessitam de adequações para tal. Ali vivem aves como o Papagaio-daCara-Roxa e mamíferos como a Onça Pintada e o Mico Leão Caiçara. Em Cajati também há a presença de comunidades tradicionais caipiras, com expressões culturais singulares das quais algumas manifestações de folguedos, artesanato e gastronomia permanecem e outras necessitam de um trabalho de resgate para voltarem a aflorar. Este território também é testemunha de ocupações pré-históricas das mais antigas das Américas comprovadas por sambaquis fluviais e fósseis dos quais se destaca o Homem de Capelinha de dez mil anos. Na história recente, Cajati foi cenário de guerrilha na década de 1970 pela passagem do Capitão Lamarca. 

 


A Produção de um amplo Inventário dos Atrativos Naturais e Culturais da região revelou a potencialidade da atividade turística. Abaixo alguns aspectos positivos da região para o desenvolvimento da atividade turística.

A Região do Vale do Ribeira constitui-se em um dos três grandes remanescentes em extensão do Ecossistema de Mata Atlântica do Brasil, protegido por rígida legislação ambiental, em sua maior parte, inserida em Unidades de Conservação. Esse contínuo ecológico propicia imensa biodiversidade, tanto de flora quanto de fauna, sendo considerado um dos mais ricos ecossistemas brasileiros. As condições ambientais regionais propiciam notória qualidade do ar. A cobertura vegetal original, em algumas áreas de mata secundária, contribui para a qualidade de seus recursos hídricos, constituindo-se em um dos mais significativos mananciais de águas superficiais do país, com potencial de uso recreativo por sua navegabilidade e piscosidade. 

 


A geologia da região, com inúmeros afloramentos calcáreos, possui uma das maiores concentrações de cavidades subterrâneas do país, com diferenciadas formações de espeleotemas. Sua acentuada geomorfologia apresenta diversos tipos de paisagens, desde as montanhosas até as litorâneas – a cobertura vegetal de espécies nativas se diversifica de acordo com seu sítio, o que também condiciona a diversidade da fauna. Tais características topográficas, aliadas à abundância de cursos d’água superficiais, apresentam grande quantidade de quedas d’água em inúmeros pontos de toda a região.


Seu rico histórico de ocupação inclui: assentamentos pré-históricos (evidenciados através das dezenas de sambaquis principalmente na planície litorânea); presença do homem branco anterior à expedição oficial de Martim Afonso de Souza (fato evidenciado em poucos pontos da costa brasileira e vinculado ao período do descobrimento) e, mais recentemente, de fluxos migratórios de origem européia; comunidades indígenas e quilombolas; a presença de Carlos Lamarca na região durante o período do regime militar; além de inúmeras edificações e conjuntos arquitetônicos e artísticos remanescentes (em especial de arquitetura colonial e neoclássica e que se constituem em bens tombados em âmbito municipal e estadual), decorrentes do processo de interiorização da ocupação do território brasileiro através de incursões em busca de ouro e minérios, dando origem a povoados e posteriormente cidades. 



Há envolvimento crescente, ainda que incipiente, da população regional em relação à atividade turística, pois a consideram uma das principais estratégias de desenvolvimento socioeconômico, inclusive em termos de sua participação em negócios do setor. Tal mobilização comunitária também se traduz na significativa quantidade de organizações civis organizadas do terceiro setor, em sua maior parte, ligadas à promoção da questão ambiental, social e do ecoturismo, algumas delas com grande força institucional. 



A localização do Vale do Ribeira, entre as capitais São Paulo e Curitiba, é amplamente favorável em relação à demanda, tendo em vista se constituírem nos principais núcleos emissores de turismo do país, contando com Aeroportos Internacionais, além de serem Estados em franca expansão econômica; adicionalmente, o Vale está localizado entre outros dois grandes centros urbanos que são a Baixada Santista e a Região Sorocabana. 

Conheça alguns de nossos pontos turisticos

Cachoeira do Umuarama

Vista da cachoeira do umuarama Localizada no Rio Umuarama, é local propício para caminhada em trilha conhecendo a exuberante mata atlântica. O acesso pode ser feito de carro por dois

Saiba mais >

Cachoeira do Azeite

Vista da cachoeira do azeite Vista da cachoreira do azeite Localizada no Núcleo Cachoeira do Azeite do Parque Estadual do Rio Turvo, é formada por um conjunto composto por três

Saiba mais >

Mirante do Aleixo

Vistas do Mirante do Aleixo Com 1.000 metros de altitude, está localizado a 4 km da BR 116. Do mirante pode se avistar o mar de morros do Parque sendo possível

Saiba mais >

Mirante do Guaraú

Vista do Mirante do Guaraú Prática do paraglider Localizado no Núcleo Serra do Guaraú do Parque Estadual do rio Turvo, o mirante possui uma altitude de 850 metros acima do

Saiba mais >

Cachoeira da Capelinha

Vista da cachoeira da capelinha Trata-se de um conjunto de três quedas com altura de 38 metros. É um atrativo muito visitado e na trilha Noiva do Capitão possui 3 mirantes

Saiba mais >

Núcleo Capelinha

O Núcleo Capelinha faz parte do Parque Estadual do Rio Turvo, criado pela Lei estadual nº 12.810 de 21/02/2008 em 73.893 hectares, conta com um Centro de Exposições Temático, que oferece atrativos

Saiba mais >